Os 4 tipos de chefes que os jovens mais odeiam

A receita para ser rejeitado pela equipe é esquecê-la. Chefes ausentes e indiferentes são adeptos do “estilo de liderança” mais reprovado por jovens entrevistados pelo Nube, entre novembro e dezembro.

Para 57% dos 7.451 participantes da pesquisa, o pior perfil é do chefe distante e quase nunca presente. Segundo Yolanda Brandão, coordenadora de treinamentos externos do Nube, o resultado da pesquisa é sinal de que os jovens prezam, e muito, pela criação de relacionamentos com colegas e líderes no ambiente de trabalho.

Um chefe que não reconhece as conquistas da equipe aparece logo em seguida na escala de rejeição. Com, 20,52% dos votos, este tipo de comportamento também é altamente criticado pelos jovens, acostumados a ouvir elogios de pais e professores.

Perfis que pendem para uma atuação tradicionalista e proibitiva também recebem cartão vermelho da Geração Y. Segundo a pesquisa, 17,32% dos entrevistados rejeitam chefes que adotem este estilo mais antiquado.

A imparcialidade no tratamento da equipe fecha a lista de piores defeitos de um profissional em cargo de gestão. Esta atitude foi a primeira da lista de rejeição de 5,14% dos entrevistados, de acordo com o Nube.

 

Fonte: http://info.abril.com.br/noticias/carreira/2015/01/os-4-tipos-de-chefes-que-os-jovens-mais-odeiam.shtml

 

 

Comente esta publicação

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *